domingo, 6 de dezembro de 2009

Quem essa noite vai dar as velhas desculpas de que tem que sair, não pode ficar essa noite, tem um compromisso com o.... com a... Não existe compromisso.
É isso, quando enfim:
-Tenho que ir, tudo bem pra você? -Fala já se levantando e voltando a vestir as roupas.-
-Aham, tudo bem sim, tenha uma boa noite. -Vira, finge que tenta dormir, mas a cabeça está à mil.-

O desprendimento, sentido singular da vida, diversas maneiras de entendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário